Atendimento médico será suspenso por três dias na PB

Atendimento médico será suspenso por três  dias na PB

Os médicos paraibanos anunciaram que irão suspender suas atividades nos dias 23, 30 e 31 deste mês. A paralisação acontecerá tanto em unidades de saúde pública, quanto nos consultórios e clínicas particulares. O movimento é nacional e coordenado pelas entidades médicas (Conselho Regional de Medicina, Sindicato dos Médicos e Associação Médica).

Os profissionais protestam contra as últimas medidas do governo federal, como o programa Mais Médicos, e os vetos à Lei 12.842 (Ato Médico), que regulamenta a profissão. “O governo federal tenta transferir à classe médica a responsabilidade pelo caos instalado na saúde do país.

Faltam investimento e gestão, e não médicos. A categoria está se mobilizando em todo país para mostrar que também somos vítimas, assim como os pacientes”, destacou o presidente do Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), João Medeiros.

No dia 23 irá funcionar no CRM-PB um “núcleo de crise”, formado por uma comissão de médicos, para esclarecimentos de dúvidas da categoria. “Neste dia iremos também distribuir panfletos para que durante a semana os médicos possam entregar a seus pacientes e esclarecer os motivos da paralisação. Estamos sendo atacados pelo Ministério da Saúde e precisamos ser ouvidos”, afirmou o presidente do Sindicato dos Médicos da Paraíba, Tarcísio Campos.

PBAGORA

Anúncios