chinês salvo de um cano de esgoto sai do hospital

China – O bebé recém-nascido salvo de um cano de esgoto na China saiu do hospital e será entregue aos cuidados da mãe e dos avós maternos, segundo responsáveis citados pela agência de notícias Xinhua.

O diretor do Hospital Popular de Pujiang, Wu Xinhong, disse à agência France Press que o menino saiu do hospital na quarta-feira, mas não especificou quem o foi buscar, indicando apenas que estava acompanhado de agentes da polícia.

A agência Xinhua afirma que o suposto pai do bebé contestará a paternidade, mas o jornal local Jinhua Daily indica que a polícia ainda está à procura do pai.

A polícia tinha afirmado na quarta-feira que a mãe não seria acusada, uma vez que não deitou o bebé ao esgoto de propósito.

O caso despertou a atenção mundial na segunda-feira, quando foi noticiado que tinha sido salvo de um cano de esgoto, onde esteve preso durante várias horas.

A versão da polícia e dos veículos de comunicação estatais é que a mãe, de 22 anos e solteira, escondeu a gravidez e terá dado à luz inesperadamente quando foi à uma casa de banho.

“Ela tentou agarrar o recém nascido quando saiu, mas o corpo era muito escorregadio”, relatou a agência Xinhua, citando o relatório da polícia.

O bebé ficou preso num tubo com dez centímetros de diâmetro, que os bombeiros e médicos tiveram que desmontar para poder salvar o bebé.

As autoridades e os meios de comunicação indicaram que o menino, que nasceu com dois quilos e trezentos gramas, sofreu cortes na face e nos membros.

A mãe foi hospitalizada devido a complicações do parto e ficou separada do bebé.

O Estado chinês impõe multas aos casais que tenham mais de um filho. Muitas vezes, bebés nascidos de mães solteiras são abandonados devido a pressões sociais e financeiras.

 

FONTE: Creative Commons – CC BY 3.0

Anúncios