SINPUC PODE IMPLANTAR BASE SINDICAL EM CUITÉ

Em contato com Dagmando Lopes, do município de Cuité, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Curimataú (SINPUC), Sebastião Santos, discutiu a possibilidade de instalação de uma subsede no município.

De acordo com Dagmando, os servidores de Cuité reclamam de atrasos salariais, perseguições políticas e falta de diálogo da atual gestão. Os principais prejudicados, ainda segundo o cuiteense, são os trabalhadores da secretaria de educação.

Diante dos impasses entre gestão e servidores, veio à tona a necessidade de uma representação sindical no município. O SINPUC representa servidores do Curimataú, região da qual Cuité faz parte. Contudo, o município não está, formalmente, na base do sindicado.

“O município de Cuité não compõe a base sindical do SINPUC. Precisamos conversar com os membros da diretoria executiva para avaliarmos a possibilidade de inclusão de Cuité na nossa base”, explicou Sebastião Santos. “Se a diretoria concordar, será necessário realizarmos uma assembleia geral para que os sócios sindicalizados sejam consultados. Dependendo do entendimento da assembleia, poderemos expandir nossas ações para a nova base”, completa.

Antes da realização desse processo, Sebastião Santos informa que poderá se encontrar, informalmente, com servidores da Prefeitura de Cuité.

“Pensando em melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores municipais de Cuité, resolvi marcar uma audiência com o meu amigo presidente do SINPUC, Tião, para que fosse instalada uma subsede do sindicato em nosso município, onde os trabalhadores pudessem ter um órgão representando e defendendo seus direitos”, disse Dagmando Lopes.

Uma conversa será marcada com os servidores de Cuité para que a diretoria do SINPUC entenda melhor o caso e avalie a situação. O encontro ainda não tem data definida.

PROFESSOR LÉO MODESTO

Com informações do SINPUC
Anúncios