Irônico, Marco Feliciano contra-ataca ativistas gays e anuncia “renúncia”. Assista

Irônico, Marco Feliciano contra-ataca ativistas gays e anuncia “renúncia”. Assista

O pastor Marco Feliciano, deputado federal pelo PSC e presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados decidiu contra-atacar às investidas da militância homossexual e divulgou um vídeo falando sobre renúncia.

Usando o pedido de renúncia dos ativistas gays com ironia, o vídeo foi publicado pelo próprio pastor em seu perfil no Twitter e fala que Marco Feliciano decidiu renunciar devido à conduta dos manifestantes.

No vídeo, são mostradas cenas controversas dos defensores do movimento homossexual, como nos casos em que o presidente da ABGLT , Toni Reis, agride um idoso durante uma sessão da CDHM; manifestantes tumultuam a porta de um templo da Assembleia de Deus Catedral do Avivamento; ou nas manchetes de diversos portais de notícias que relatam violência contra homossexuais perpetrada por seus próprios parceiros. No vídeo há ainda alusão à defesa do ensino de sexualidade a crianças, do financiamento público para divulgação de material com conteúdo homossexual e a prática do aborto.

Ao final do vídeo, o texto explica que Feliciano decidiu “renunciar à sua privacidade […] noites de paz e sono tranquilo […] e momentos com a família” para se posicionar contra o desejo de privilégios por parte dos ativistas gays.

Confira no vídeo abaixo:

Anúncios