Aguinaldo fala sobre metas do governo para projeto e dia que governo quer superar meta de contratações do Minha Casa, Minha Vida em 2013

Aguinaldo fala sobre metas do governo para projeto

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), disse que o governo federal pretende terminar 2013 superando a meta do Programa Minha Casa, Minha Vida de contratar 642 mil unidades habitacionais este ano. “Tivemos um janeiro muito bom em contratação e nossa idéia é que vamos bater a meta de contratação, talvez em percentual até maior que o de 2012”, disse Ribeiro. No ano passado, a meta foi ultrapassada em 27%.

O ministro Aguinaldo Ribeiro falou sobre o impacto do programa na vida dos brasileiros e cumprimentou todos os trabalhadores que contribuíram. “A cada chave entregue temos a certeza de que estamos dando um passo para transformar o Brasil em um país mais justo. É o momento em que o chefe de família deixa de pagar aluguel e passa a investir em outros benefícios para sua família. Esse programa também é responsável pela geração de muitos empregos e melhores condições de vida”, pontuou Aguinaldo.

Ribeiro parabenizou o governo federal pela distribuição de R$ 31,3 bilhões em recursos novos para projetos a serem selecionados pelo governo federal. O valor foi anunciado pela presidenta Dilma Rousseff durante o encontro com prefeitos e é destinado a obras de saneamento, pavimentação e construção de creches e pré-escolas.

A ministra do Planejamento Miriam Belchior informou que o governo fez mudanças na aferição da medição das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com o objetivo de aumentar o ritmo de execução das obras. As análises de andamento das obras continuarão sendo feitas mensalmente. Porém, a chamada aferição do empreendimento, que permite a reprogramação do contrato, será feita pelos agentes financeiros quando a obra atingir execução de 40%, 60%, 90% e 100%.

“Com isso, acreditamos que vai reduzir bastante o número de aditamentos necessários, o que é um dos fatores principais da demora. Estamos fazendo uma aposta aqui de que, com isso, vamos conseguir aumentar a velocidade”, explicou a ministra Miriam Belchior.

PROFESSOR LÉO MODESTO

Com Iparaiba

Anúncios