Governo pode criar ‘bolsa novela’ para popularizar o sinal de TV digital entre as camadas menos privilegiadas da população

Português do Brasil: Convenção nacional do PT ...

 (Photo credit: Wikipedia)

Já que quer acelerar a adoção da telefonia 4G e, para isso, terá de acabar de vez com a TV analógica, o governo prepara uma medida que ajudará a popularizar o sinal digital, o que vem sendo chamado de “bolsa novela”.

Em entrevista à Folha de S.Paulo, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, explicou que o projeto – de autoria da pasta – pretende doar conversores digitais às famílias atendidas pelo programa Bolsa Família.A ideia é discutida porque o governo prepara o leilão da faixa de frequência de 700 MHz, atualmente ocupada pela TV analógica, destinando-a às operadoras para que implantem o 4G. Com isso, só sobraria o sinal de TV digital, que demanda um televisor adaptado um um conversor.

Bernardo disse que o Ministério já faz estudos de impacto financeiro para, depois, enviar a proposta à presidente Dilma Rousseff. O “bolsa novela” concederá benefícios fiscais e subsídios, além de facilitar crédito para quem adquirir TVs e conversores digitais. Para ajudar a população de baixa renda, o governo pode bancar parte ou mesmo toda a aparelhagem.

Televisores digitais custam a partir de R$ 300, enquanto os conversores saem por R$ 100 – dos quais R$ 25 são tributos estaduais e federais. Outra medida em estudo pelo governo é desonerar os conversores.

Todas as medidas, entretanto, só valeriam a partir de 2015, sendo que o leilão está programado para 2014. Ou seja, até lá, muita gente deve ficar sem assistir a televisão.

PROFESSOR LÉO MODESTO

Com radialista Sebastião Barbosa

Foto: repordução

 

Anúncios