OD Estadual realiza Assembléia para avaliar ações e traçar metas de 2013

OD Estadual realiza Assembléia para avaliar ações e traçar metas de 2013

O Orçamento Democrático Estadual realiza, nesta terça (18) e quarta-feira (19), mais uma Assembléia Ordinária do Conselho Estadual. O evento acontece no Centro de Convivência de Idosos Padre Juarez Benício (Cejube), no Colinas do Sul, em João Pessoa, e será um momento de avaliação do ciclo 2012 e o planejamento do ciclo 2013.


De acordo com a subsecretária executiva do ODE, Ana Paula Almeida, durante a Assembleia, o segundo ano de execução do ciclo será avaliado pelos conselheiros estaduais, que trarão o consolidado das avaliações regionais, que ocorreram entre os dias10 e 15/12, nas 14 Regiões. “Eles farão uma sistematização geral, de cunho estadual, com o objetivo de aprimorar o instrumento, no tocante a ampliação dos canais de diálogo e participação social, bem como aperfeiçoar as metodologias e estruturas das atividades propostas pela Subsecretaria ao longo do próximo ano”, explicou.

A Assembleia Ordinária do Conselho Estadual do ODE faz parte das atividades integrantes da 5ª etapa do Ciclo Orçamentário, que consiste na avaliação do ciclo 2012 e o planejamento do ciclo 2013. Desta vez, a programação terá início às 12h, do dia 18/12, e vai até as 14h, do dia 19/12. “Teremos espaços de discussões, de avaliações, de informes regionais e culturais. Estarão presentes os 28 conselheiros estaduais, sendo dois por região geoadministrativa, representantes da sociedade civil, as duas conselheiras estaduais, representantes do poder público estadual, os dois membros da Secretaria Executiva do Conselho Estadual do OD e os 14 gerentes regionais, que fazem o acompanhamento dos conselheiros”, disse.

Além destes membros “fixos”, o Conselho Estadual, a cada nova Assembleia, realiza rodas de diálogos com outros agentes públicos estaduais, que participam do espaço atuando como facilitadores, de acordo com a temática e/ou pasta pactuada, onde realizam o aprofundamento acerca da formulação, planejamento, execução, avaliação, monitoramento e avaliação das políticas públicas estaduais propostas.

Para Ana Paula, avaliar é uma condição imprescindível para a gestão de qualquer atividade, pois, só por meio dela, se gera um conhecimento sistematizado sobre a ação que se realiza. Além de fornecer dados para verificação da efetividade do caminho escolhido, ela permite o aprimoramento e correção de rotas, quando necessário.

Ela disse ainda que essa prática possibilita verificar a pertinência, consistência, coerência e viabilidade dos programas, dos projetos e das políticas adotadas e executadas pela gestão estadual. “Contudo, é importante possuirmos uma prática rotineira de avaliar as nossas atividades, de forma coletiva e dialogada, para que possamos, a cada dia, aprimorar as ações do ODE. Nesse sentido, será produzido um relatório com contribuições do Conselho Estadual a partir da avaliação realizada, propondo sugestões para o Ciclo de 2013; contando ainda com contribuições de parte da equipe de Orçamento Democrático, que reunidos durante dois dias apontarão subsídios para o melhoramento das atividades. Portanto, é com este produto que esperamos superar os obstáculos enfrentados em 2012 e consolidar este importante instrumento para a sociedade paraibana”, finalizou.

Secom PB

Anúncios