Professores e funcionários de Cacimba de Areia movem ação contra Prefeitura

Mais uma vez os professores e funcionários públicos da cidade de Cacimba de Areia – PB entram com uma ação na justiça para pedir esclarecimentos com relação ao pagamento de salários por parte da Prefeitura. Uma comissão de servidores esteve na sede do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região – SINFEMP nesta segunda-feira, dia 17, para buscar apoio para a ação.

De acordo com a professora Risoneide, os funcionários estão sem acesso aos contracheques e devido a isso não sabem que salários receberam. A dúvida é se o salario pago foi o de novembro, que está em atraso, ou se foi o 13º salário. Ao buscar esclarecimento por parte do funcionário Alirenaldo Cabral, que trabalha como digitador, esse informou que se encontra impossibilitado devido ao prefeito Betinho Campos – PMDB não informar que finalidade tem o empenho. O funcionário deu a resposta por escrito.

A comissão dos funcionários está entrando com duas ações na justiça. Uma pede para que os contracheques sejam disponibilizados a quem é de direito. A outra pede o bloqueio dos repasses do FUNDEB que é feito para a Prefeitura nos dias 20 e 30 de dezembro. O pedido do bloqueio é para que seja garantido os vencimentos dos servidores que estão em atraso.

A presidente do SINFEMP, Carminha Soares disse que está à disposição dos servidores. “Todo mês recebemos denuncias contra a Prefeitura de Cacimba de Areia. São várias ações judiciais para reparar danos ou mesmo para esclarecer questões dos servidores”, confessou Carminha.

O espaço fica aberto para a Prefeitura se posicionar sobre as denúncias dos servidores.

Jozivan Antero – Patosonline.com

Anúncios