Sindicalista critica exclusão do Vale do Piancó no roteiro da Caravana da Seca

O ex-prefeito de Itaporanga Antônio Porcino (PMDB) não se conforma com a exclusão do Vale do Piancó no roteiro da Caravana de deputados estaduais paraibanos que, desde o começo da tarde desta terça-feira (04), empreende visitas a áreas do Semi-Árido, seriamente atingidas por tão prolongadas e nefastas estiagens.

Ele chama a atenção, nesse particular, para o fato de a Região dispor, na atual legislatura, de dois deputados estaduais – Wilson Braga e Branco Mendes -, e ainda assim o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Ricardo Marcelo (PEN), não haver atinado para o princípio da representatividade política, nesse caso.

“Isso é profundamente lamentável! Nosso Vale, hoje com a maioria de seus mananciais hídricos de boca aberta, não está a merecer a mais mínima migalha de atenção da classe política da Paraíba, sobretudo aquela parte que momentaneamente detém as rédeas do poder público, e boa-parte de toda essa Gente ainda terá coragem de pretender os votos de nossa terra, sem qualquer desfaçatez, em dias que não tardarão”, desabafa Antônio Porcino, para quem o Padre Djaci Brasileiro, um dos maiores defensores da luta dos sertanejos contra a Seca, está, infelizmente, ‘pregando no deserto’.

Luta por sistema adutor da Transposição – Antônio Porcino está concitando a classe política do Vale do Piancó, independentemente de coloração partidária, bem como segmentos religiosos e ativistas dosmovimentos sociais, a lutarem, de mãos dadas e a partir de agora, pela construção do que ele chama de ‘braço adutor’ do projeto de transposição de água do Rio São Francisco, para o Nordeste Setentrional, para a cabeceira do Rio Piancó (Santa Inês), através do Eixo que corta o Cariri cearense em direção ao município paraibano de São José de Piranhas.

Redação com Assesoria

Anúncios