CRM-PB interdita mais dois hospitais na Paraíba

Hospitais interditados são das cidades de Aroeiras e Itatuba

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) interditou na última quarta-feira (21) dois hospitais do interior da Paraíba. Em Itatuba, a 120 km de João Pessoa, foi interditada a única maternidade da cidade, a Nossa Senhora Aparecida e Centro de Especialidade Odontológica. Em Aroeiras, a 105 km de João Pessoa, o CRM interditou o Hospital Municipal de Aroeiras Doroteia Marques de Aguiar.

De acordo com o diretor de Fiscalização do CRM-PB, Eurípedes Mendonça, as duas unidades desaúde  não contavam com médicos especialistas, equipe de enfermagem e estrutura mínima para realização de partos. “Na maternidade de Itatuba não havia obstetra, anestesista, nem uma sala para triagem das gestantes. Para preservar as pacientes, o hospital não poderá mais realizar partos, nem internamentos, apenas consultas”, disse Eurípedes.

O diretor do CRM alertou à população desses municípios que não procurem os hospitais e que se dirijam às cidades mais próximas. Em Itatuba, a maternidade interditada era a única da cidade, portanto, as gestantes terão que se deslocar para Ingá, a 11 km, ou Campina Grande. “Infelizmente, tivemos que interditar os hospitais, pois não havia condições de atender a população sem recursos humanos e equipamentos mínimos para realização de partos”, completou o médico.

Da Redação (com Assessoria)
WSCOM Online

Anúncios