SINPUC QUER DISCUTIR SITUAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS COM NOVOS GESTORES DO CURIMATAÚ

Desde o início de novembro, a Diretoria-executiva do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Curimataú (SINPUC) constrói uma pauta de trabalho com os servidores de sua base para ser apresentada aos gestores eleitos nas últimas eleições.

O trabalho começou no dia 10 em Baraúna, e já se estendeu para Frei Martinho e Damião, através de duas assembleias realizadas no dia 13. Os próximos encontros serão no dia 17, em Pedra Lavrada, dia 20 em Olivedos e dia 30 em Nova Palmeira e Picuí.

Pautas

Os servidores dos municípios nos quais as assembleias já se realizaram reivindicam que os novos gestores adequem os salários dos professores ao piso nacional, garantam isonomia salarial para todas as categorias que ganham acima do mínimo, adequem a carga horária para seis horas contínuas, acabem com a excessiva jornada de trabalho de alguns profissionais, cumpram o pagamento legal de adicional noturno para os motoristas de ambulância que atuam em regime de plantão, implantem Planos de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR’s) dos servidores das secretarias de saúde e garantam kits de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os profissionais que enfrentam situações de risco no ambiente de trabalho.

Em Damião, os pagamentos atrasados também compuseram a pauta que vai ser levada ao novo prefeito.

Os servidores presentes nas assembleias ainda discutiram o relacionamento difícil das administrações locais com as categorias de trabalhadores e com o próprio SINPUC. Todos foram firmes em levantar a necessidade de abertura de diálogo, por parte dos prefeitos, com o SINPUC e sua base.

Em seis dos sete municípios que compõem a base do SINPUC novos agentes políticos assumirão as prefeituras. A exceção é Baraúna.

O sindicato vai agendar audiências com cada gestor, para levar ao conhecimento da administração as necessidades dos servidores municipais.

Para isso os prefeitos eleitos já serão contactados assim que as assembleias forem concluídas. Em Olivedos os sindicalistas falarão com Grigório de Almeida Souto, em Damião com Lucildo Fernandes de Oliveira, em Frei Martinho com Aguifaíldo Lira Dantas (Aído), em Pedra Lavrada com Roberto José Vasconcelos Cordeiro, em Nova Palmeira a conversa será com José Félix de Lima Júnior (Zinho), em Picuí com Acácio Araújo Dantas e, em Baraúna, com o prefeito reeleito Alyson Azevedo.

Comissões de trabalho

Em cada município foram criadas comissões de trabalho para cuidar das ações necessárias para a execução das audiências programadas. Em Baraúna a equipe é formada pelos delegados de base Josenildo Alves, Jadiel Marreiro e pelo servidor Natanael Gomes (Major).

Em Frei Martinho formam a comissão Jailma Dantas, Fagner Azevedo, Maria da Guia Morais, Judson Kell Pessoa e Ozivânio Azevedo.

Maria Naldilene Casado, Fernando Múcio, Ada Félix, Josenildo Martins e Dalvanira Josefa compõem a equipe do município de Damião.

ASCOM/SINPUC

 

Anúncios