CÁSSIO NÃO SERÁ FICHA LIMPA PARA 2014

Ministro do TSE contraria Cássio e diz que ele não poderá ser candidato em 2014

O senador Cássio Cunha Lima não terá como ser candidato a governador em 2014, por causa da Lei da Ficha Limpa. Pelo menos esse foi o entendimento do ministro Arnaldo Versiani, do Tribunal Superior Eleitoral, que esteve em João Pessoa, nesta sexta feira (dia 9), durante seminário realizado em João Pessoa, pelo Tribunal Regional Eleitoral.

Em entrevista ao jornalista Lenilson Guedes, Versiani explicou que, com atual composição do TSE e o entendimento que o ministro daquele Corte têm a respeito da aplicação da Lei da Ficha Limpa, “o senador Cássio Cunha Lima não poderá ser candidato a governador nas eleições de 2014, pois estará impedido legalmente de disputar”.
Versiani entende que, pelo fato de ter sido cassado duas vezes pelo TRE (Caso Fac e uso do jornal A União, na eleição de 2010), o senador tucano não poderá ser candidato, pois estará atingido diretamente pela Lei da Ficha Limpa. A lei, como se sabe, prevê uma inelegibilidade de oito anos, contando do final do mandato em que foi cassado.
Nos últimos dias, em várias entrevistas à Imprensa, o senador tucano afirmou que, apesar de reconhecer que a palavra final será da Justiça, entende que poderá ser candidato em 2014. Agora, com esse parecer do ministro Arnaldo Versiani, pelo visto, vai ficando evidente que o senador pode até achar diferente, mas a legislação conspira contra seu entendimento.
O seminário de Aprimoramento Eleitoral – Eleições 2012, realizado na Estação Ciência, envolve todos os juízes e promotores eleitorais do Estado, para tratar de assuntos ligados ao Pleito Eleitoral de 2012. Além de Versiani, o evento tinha programado a presença da Ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Blog:
Helder Moura 
Anúncios