Instituições já podem se inscrever para construção de cisternas

Instituições já podem se inscrever para construção de cisternas

Dando continuidade a sua política de expansão para tratar das ações de perfuração de poços na Paraíba o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) garantiu que estão abertos os editais de seleção pública para instituições privadas sem fins lucrativos construírem cisternas para água de consumo humano ou tecnologias sociais de acesso à água para a produção de alimentos.

Vital que recentemente visitou a Ministra do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS), Tereza Campello para tratar das ações de perfuração de poços na Paraíba, no âmbito do Programa Brasil Sem Miséria onde conseguiu viabilizar a construção de 50.682 cisternas para a Paraíba, obteve a confirmação por parte do MDS do contrato firmado com o Banco do Nordeste, para a operação do programa Água para Todos, totalizando R$ 82,5 milhões.

Para a construção de cisternas estão previstos R$ 65 milhões para 28,5 mil unidades. Segundo ele, as ações de acesso à água do MDS beneficiam a população rural de baixa renda do Semiárido brasileiro, que sofre com os efeitos das secas prolongadas. As secas chegam a durar até oito meses, e, nesse período, água é encontrada somente em barreiros, açudes e poços com água de baixíssima qualidade. A construção de novas cisternas deve abastecer 800 mil famílias nordestinas até 2013.

Ao todo, nesta ação de seleção pública para que instituições privadas sem fins lucrativos construam cisternas serão beneficiados os municípios paraibanos de Junco do Seridó, Salgadinho, São Mamede, Baraúnas, Damião e Casserengue no Lote I totalizando 150 cisternas e Santana dos Garrotes, Tavares, Nova Olinda, Pedra Branca, Santa Inês, Manaíra, São José de Caiana e Serra Grande no Lote 2 com mais 150 cisternas. As instituições devem se inscrever no Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (Siconv) – até a próxima segunda-feira (12).

Funasa – O senador Vital assegurou recentemente junto à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), recursos na ordem de mais de R$ 3,5 milhões para construção de cisternas em 12 municípios da Paraíba. Os municípios contemplados foram: Alcantil, Boa Ventura, Bom Sucesso, Brejo do Cruz, Campo de Santana, Conceição, Congo, Diamante, Santana de Mangueira, São Bento, São José de Espinharas e Serra Grande.

Vital do Rêgo lembrou que a Paraíba vive um novo tempo com as ações efetivas da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) liberando os recursos que viabilizam projetos voltados para o aumento da qualidade de vida da população em todo o Estado. Principal articulador em Brasília dos recursos liberados pela órgão federal para a Paraíba, Vital observou que nos últimos seis meses a Fundação bateu recorde no que diz respeito a aprovação de projetos elaborados por prefeituras paraibanas e consequentemente, a liberação dos recursos. “Nós temos anunciado ações da Funasa todo o mês e é impressionante como esse órgão tem dado uma atenção especial aos municípios paraibanos. A construção dessas cisternas possibilitará para população do semiárido o acesso a uma estrutura simples e eficiente de captação de água da chuva”, ressaltou o parlamentar paraibano.

O peemedebista garante que as cisternas serão espalhadas em praticamente todos os municípios paraibanos. “Uns municípios ainda vão fazer os convênios com o Governo, outros através de consórcios e entidades, a exemplo da Articulação do Semiárido. Essas cisternas são a manifestação mais forte de combate à estiagem por força da necessidade de acumulação de recursos hídricos durante as chuvas”, disse.

A cisterna supre a necessidade de consumo de uma família de cinco pessoas por um período de estiagem de oito meses. Dessa forma, o sistema de armazenamento por cisterna representa uma solução de acesso à água para a população rural de baixa renda do Semiárido brasileiro. Além da melhoria na qualidade da água consumida, a cisterna reduz o aparecimento de doenças em adultos e crianças.

Assessoria

Anúncios