Mais de 2 mil motoristas da PB podem perder CNH até o final do ano

A previsão foi confirmada pelo Corregedor do Departamento Estadual de Trânsito do Estado da Paraíba (Detran-PB), Wallber Virgolino;. Este ano, já foram 326 suspensões no Estado, além disso, outras 1.124 já estão sendo processadas pelo órgão

Motoristas de João Pessoa

 

Até o fim deste ano, aproximadamente 2 mil condutores da Paraíba devem ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por terem atingido 20 pontos pelo acúmulo de infrações em um ano.

A previsão foi confirmada pelo Corregedor do Departamento Estadual de Trânsito do Estado da Paraíba (Detran-PB), Wallber Virgolino. Este ano, já foram 326 suspensões no Estado, além disso, outras 1.124 já estão sendo processadas pelo órgão.

Entre as imprudências mais recorrentes, estão as multas por uso do celular ao volante, dirigir sem o cinto de segurança, avanço do sinal, conduzir ciclomotor sem o capacete e embriaguez ao dirigir.

“Isso se dá porque as pessoas estão muito acomodadas com pequenos atos de irresponsabilidade que acham passar despercebidos e acabam acumulando pontos por cometerem, repetidas vezes, imprudências no trânsito. É como num avanço de sinal, não usar o cinto de segurança ou falar ao telefone ao dirigir. Essas imprudências contabilizam, cada uma, cinco pontos na CNH, e aos poucos, vão acumulando multas”, comentou o corregedor do Detran-PB, Wallber Virgolino. Entre os motociclistas, uma das infrações mais cometidas é dirigir embriagado e sem o capacete.

Suspensão não é imediata

Apesar de o órgão confirmar que as suspensões chegarão à casa dos dois mil até o fim do ano, o corregedor explicou que as CNHs não são invalidadas imediatamente por causa do processo que oficializa a multa como registrada.

“Demora de um a três meses para que se conclua esse processo, desde o momento em que o condutor é multado até a confirmação no sistema. Por isso que ainda estão sendo processadas mais 1.124 suspensões ainda neste ano. Existe um prazo para que o multado recorra para provar se foi imprudente ou não. Ao final desse decurso, a multa é oficialmente computada nos nossos sistemas”, assegurou.

Condutores terão que passar por reciclagem

Quem tiver a CNH suspensa devido ao acúmulo de 20 pontos no documento em menos de um ano ou por ter a habilitação cassada imediatamente, é obrigado a participar do Curso de Reciclagem oferecido pelo Detran-PB. Em 30 horas de aulas, o condutor terá noções de Direção Defensiva; Legislação de Trânsito; Primeiros Socorros e Relacionamento Interpessoal.

De acordo com Wallber Virgolino, além de relembrar práticas importantes que não devem ser esquecidas ao se conduzir um veículo, o curso tem um efeito pedagógico e disciplinar perante a população, além dos condutores.

A partir do ano que vem, as autoescolas serão obrigadas a implementar simuladores de trânsito como componentes integrais do curso de formação. Wallber Virgolino salientou que a tecnologia virtual vai ajudar o condutor a desenvolver as habilidades motoras e setoriais necessárias a quem precisa dirigir.

Fiscalizações e blitze

Wallber Virgolino também destacou que não só as fiscalizações e bliteze do Detran-PB são responsáveis pelos registros de ocorrências de infrações no Estado. “Também estão juntos nesse trabalho os órgãos municipais fiscalizadores da mobilidade urbana e do trânsito, a Polícia Federal e a Polícia Militar”, elencou.

Anúncios